sexta-feira, outubro 26, 2007

flash



um flash, palpável, quase (inodoro)… azul, tendencialmente e quase sempre (neste dia, o inverno ainda não caiu por aí… pelo menos este ano)… quase aquático, menos fluido que a água do mar… a barreira apenas se percebe pela manhã (a porta, o sol pelos olhos, imagens difusas, sono, resquícios soltos de noites mal dormidas, as primeiras melodias mentais… azul invernal, frio…)… um mergulho desde o 3º andar (tecnicamente são 4)… de novo deep blue, a bola de ar que se forma nos ouvidos (orelhas)… sons desfocados… à espera de um produtor e das imagens… e do primeiro cigarro da manhã…