sábado, janeiro 19, 2008

troll


ligeiros impactos nos ombros... vôos quase suicidas, zunidos nos ouvidos (protegidos)... no quarto ao lado uma instalação, orgânica... um troll propositadamente coberto de mel... escorre, pelos olhos, lágrimas açucaradas, espesso... por baixo, um folheto invoca o natal... está coberto de formigas, algumas já mortas... restam as aladas... o quarto povoado de insectos alados... não os reconheço... são já muitos... de línguas ácidas, o mel provocou uma excitação geral... gemidos... saio... corto o pé esquerdo nas caricas, deixo rasto...

5 comentários:

merdinhas disse...

....um quarto chamado mente.

merdinhas disse...

Boa...espero que me vás pondo a par desses percursos...não tenho tido muito tempo para ver com calma seja o que for...

Haddock disse...

... um quarto chamado demente??
um troll a pingar mel??
essa das caricas, doeu!!

corpo visível disse...

.
mel e sangue.
.
isso dava para um painel dos gilbert & george.
.

purita disse...

isto é muito delirante...